Sema intensifica fiscalização na Reserva Biológica do Parazinho, no Arquipélago do Bailique

A Secretaria de Estado do Meio Ambiente intensificou os trabalhos de fiscalização na Reserva Biológica do Parazinho, no Arquipélago do Bailique. A ação ocorre por causa da desova que acontece no período de setembro a dezembro, época em que há maior concentração de pescadores na área.

Em março deste ano, a Sema, por meio da Coordenadoria de Gestão das Unidades de Conservação, realizou a soltura de 700 filhotes de quelônios da espécie tartaruga da Amazônia (Podocnemis expansa). A soltura foi realizada depois do período de monitoramento e manejo ocorrido durante cinco meses de 2011 e eclosão dos filhotes, que foram transferidos para piscinas com água e areia (imitação do ambiente natural do seu habitat), local onde permanecem até serem soltos, dois meses após a desova.

O trabalho redobrado de fiscalização na Reserva Biológica do Parazinho garante a proteção das tartarugas. De acordo com Keliane Castro, gerente do Núcleo de Proteção Integral da Sema, é proibida a pesca por determinação de uma lei federal, e só é permitida a presença de pesquisadores. Keliane ressalta, ainda, que o trabalho da secretaria na área tem como principal objetivo a manutenção das populações de quelônios amazônicos, além de resguardar a variedade genética dos estoques, sob a ótica da sustentabilidade.

Os trabalhos na Rebio do Parazinho já acontecem há alguns anos. São executados pela Sema em parceria com Batalhão Ambiental e comunidades do entorno da Reserva. Além da fiscalização na unidade, a Secretaria de Estado do Meio Ambiente está fazendo um trabalho de mobilização com a população local. A ação se dá por meio de pequenas palestras e conversas informais para sensibilizar os moradores sobre a preservação da Reserva e a sua importância.

Mônica Silva/Sema

Deixe um comentário

Nota do moderador: Comentários preconceituosos, racistas e homofóbicos, assim como manifestações de intolerância religiosa, xingamentos, ofensas entre leitores, contra a publicação e o autor não serão reproduzidos. Não é permitido postar vídeos e links. Os textos devem ter relação com o tema do post. Não serão publicados textos escritos inteiramente em letras maiúsculas. Os comentários reproduzidos não refletem a linha editorial do site.

Desenvolvido por Claudio Correia - Adm