Cachoeiroduto - ‘Chegou a hora da CPI convocar o Policarpo’

O deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP), vice-presidente da CPI do Cachoeira, defendeu a convocação do jornalista Policarpo Jr. para depor na comissão. Flagrado em conversas com o contraventor Carlinhos Cachoeira, o repórter da sucursal de Brasília da Veja foi citado, segundo o portal G1, na tentativa de achaque a um juiz supostamente protagonizada por Andressa Mendonça, mulher do contraventor.

Mendonça teria dito ao juiz 11ª Vara Federal de Goiânia, Alderico Rocha Santos, responsável pelo processo da Operação Monte Carlo (que investigou e prendeu Cachoeira), que Policarpo Jr. publicaria um dossiê contra o magistrado caso não determinasse a soltura do contraventor. Ela disse ter em mãos provas de que Santos possui relações com pessoas como o ex-governador do Tocantins Marcelo Miranda (PMDB), cassado em setembro de 2009 por suspeita de abuso de poder politico. Mendonça foi presa em seguida, e solta após pagar fiança. Santos encaminhou o caso ao Ministério Público Federal, que agora acusa a mulher de Cachoeira por corrupção ativa e passiva.

O episódio levou o deputado petista, integrante da comissão, a escrever no Twitter ainda na segunda-feira 30: “Chegou a hora da CPI convocar o Policarpo da Veja”.

Segundo Teixeira, os novos acontecimentos mostram a relação do jornalista com a organização criminosa. ”Eu acho que com essa relação com a Andressa fez, ele terá que comparecer à Comissão”, disse o deputado a CartaCapital. “Esses novos fatos, juntos aos fatos pretéritos, dão clareza da necessidade dele ser convocado.”

A eventual convocação do jornalista deve ser discutida na primeira reunião da CPI, paralisada em razão do recesso parlamentar.

Carta Capital

Um comentário sobre “Cachoeiroduto - ‘Chegou a hora da CPI convocar o Policarpo’”

  1. Nick Douglas diz:

    A partir do momento em que me engajei, e começei a exercer melhor minha cidadania, simplesmente aboli dois braços da alta criminalidade no Brasil, no caso a Rede Globo e a REvista Veja. As novelas da Rede Globo e várias de suas programações, são degradantes à familia brasileira e às pessoas de bem.

    No começo do ano, esta mesma Revista Veja, armou uma sórdida trama (popular casinha), para o Zé Dirceu em Brasilia, chegando ao ponto de instalar câmeras dentro de um hotel em Brasilia, com o objetivo de bisbilhotar quem entrava no apartamento de Zé Dirceu. Isso “pode”, e a grande mídia nem tocou no assunto. O bandido do Cachoeira chamava POLICARPO JUNIOR da Veja de meu amigo, tendo provas de centenas de ligações do celular de Cachoeira para POLICARPO, isso “pode”, isso é “normal”. Precisam centenas de ligações para se tentar uma entrevista, como sustentou esse jornalista da VEJA???

    Aqui no Brasil não se pode processar jornalista, e criou-se uma nova modalidade penal de inimputabilidade que são os jornalistas.Simplesmente em CPI não se “deve” convocar jornalista, sob pena de se tentar “calar” a imprensa…….

Deixe um comentário

Nota do moderador: Comentários preconceituosos, racistas e homofóbicos, assim como manifestações de intolerância religiosa, xingamentos, ofensas entre leitores, contra a publicação e o autor não serão reproduzidos. Não é permitido postar vídeos e links. Os textos devem ter relação com o tema do post. Não serão publicados textos escritos inteiramente em letras maiúsculas. Os comentários reproduzidos não refletem a linha editorial do site.

Desenvolvido por Claudio Correia - Adm